Notícias PHC

Cloud: Fonte de energia

Desde a sua criação que a Cloud gera alguma incerteza. O que é afinal, como se usa, e principalmente quais os benefícios…

Estas dúvidas teimam em manter-se, talvez porque as respostas podem não ser muito simples de dar.

Imagine então que juntou as suas economias e mandou construir, num grande terreno no campo, a casa dos seus sonhos.

Tudo está impecável, agora só falta dar-lhe energia, para ter eletricidade.

Tem duas formas de o fazer:

- Com uma simples ligação à rede, através do poste de eletricidade mais próximo.

- Com a instalação de uma central de painéis solares no seu quintal, que fornece toda a casa.

Se optar pela primeira hipótese, como fazem 99,9% das pessoas, está na prática a escolher uma Cloud.

O conceito de Cloud refere-se a uma solução de convergência e agregação, onde se partilham recursos, infraestruturas ou serviços. E na verdade está associado a vários aspetos do seu dia-a-dia.

Além disso é provavelmente mais antigo do que pensa. Restringindo apenas às tecnologias de informação, o termo Computação na Nuvem (Cloud Computing) é historicamente associado a John McCarthy, pioneiro na tecnologia de Inteligência Artificial. Em 1960, ele afirmou que “a computação poderá um dia ser considerada como uma utilidade pública”. Hoje, a tecnologia partilhada da Cloud faz parte integrante do mundo do século XXI. Sempre que comunica ou compartilha ficheiros via Internet, ou sempre que consome conteúdos em streaming, ou sempre que acede a uma rede social, tudo acontece por meio da Computação na Nuvem.

O mail é um exemplo ainda mais óbvio. É provável que tenha mail há vários anos, com milhares de dados armazenados. Mas armazenados onde? Não estão no seu computador, certo? É porque estão na Cloud, com acesso exclusivamente através da Internet.

E o mais certo é que em relação ao seu servidor de mail nunca tenha sentido essa tal “incerteza” mencionada no início do artigo.

Tecnologias de informação e serviços

powered by warepro | Privacy policy